sexta-feira, 17 de julho de 2009


O AMOR..
Eu poderia falar as línguas dos homens, e até a dos anjos,
mas se não tivesse amor, as minhas palavras seriam como o barulho do gongo ou o som do sino.
Poderia ter o dom de anunciar mensagens de Deus, ter todo o conhecimento, entender todos os segredos, e ter toda a fé necessária para tirar as montanhas de seus lugares;
Mas se não tivesse amor, eu não seria nada.
Poderia dar tudo o que tenho, e até entregar o meu corpo para ser queimado;
Mas se eu não tivesse amor, isso não me adiantaria nada.
O amor é paciente e bondoso.
O amor não é ciumento, nem orgulhoso, nem vaidoso.
Não é grosseiro, nem egoísta.
Não se irrita, nem fica magoado.
O amor não se alegra com o mal dos outros, e sim com a verdade.
O amor nunca desanima, mas suporta tudo com fé, esperança e paciência.
O amor é eterno.

Coríntios 13.1-8,13

quinta-feira, 2 de julho de 2009


Amar...

Quero fazer do dia de hoje o dia das minhas declarações de amor. Vou esquecer, definitivamente, todas as minhas dúvidas e todos os meus conflitos, para poder fazer de hoje o dia do amor. Quero olhar para quem amo e dizer com palavras, com os olhos e com o coração: "Eu te amo". Quero dizer isso a todos os que aprendi a amar. Sem distinção alguma de sexo, parentesco, amizade, coleguismo, vizinhança; enfim, sem nenhuma limitação ou condição; apenas com a sinceridade do meu sentimento. Quero dizer a todos eles: Eu te amo..